Cinco brincadeiras sensoriais para estimular o cérebro dos bebês

Augusto brincando com palha, bricadeira sensorial

Até os dois anos, o desenvolvimento é marcado pelas aquisições sensoriais. Essa é uma fase muito importante para o desenvolvimento pois os neurônios estão iniciando suas conexões – e essas conexões serão a base do cérebro adulto. Os sentidos (tato, visão, audição, gustação e olfato são os responsáveis por fazer com que o bebê experimento sensações e obtenha informações do ambiente. O tato e a visão são os principais sentidos estimulados nesta fase. Atividades simples que estimulem os sentidos e a integração do bebê ao ambiente são simples e divertidas de serem feiras e ainda trabalham a atenção (motor principal da aprendizagem) e a coordenação motora fina (movimentos mais delicados – essenciais para o movimento de escrita, por exemplo).

 

1- Esconde-esconde com espuma de barbear

blank

 

Pegue um pote e coloque alguns brinquedos. Depois, cubra-os com espuma de barbear! Ao procurar os brinquedos com as mãos, as crianças irão experimentar sensações diferentes – e esse é o objetivo principal dessas atividades – experimentar texturas, cores e formas diferentes! Também é possível usar corante de alimentos e trabalhar o aprendizado das cores. Essa atividade pode ser feita a partir de 1 ano de idade e com supervisão.

 

2- Ache os objetos na palha

Augusto brincando com palha, bricadeira sensorial

Mais uma brincadeira fácil de fazer em casa. Esconda objetos no meio da palha e deixe o bebê procurá-los. A textura da palha é única e os bebês se divertirão procurando os brinquedos. Essa atividade pode ser feita a partir de 1 ano de idade e com supervisão.

 

3- Desenhando com tintas

desenhando com tintas, menino utilizando tintas para desenhar

Papéis e tintas podem criar brincadeiras divertidas para as crianças. Em vez de usar pincéis, peça para elas usarem as mãos e os pés para criarem desenhos diferentes e coloridos! Aproveite os dias quentes e deixe-os explorar e criar! Essa atividade pode ser feita a partir de 1 ano de idade e com supervisão.

 

 

4- Caixa de surpresas

Augusto utilizando uma caixa de surpresas, caixa sensorial

As chamadas caixas sensoriais podem render momentos de diversão em família! Faça um furo em uma caixa (que possa passar as mãos e os braços) e coloque objetos diferentes dentro. O objetivo é descobrir o que está dentro da caixa apenas utilizando as mãos. Essa atividade pode ser feita a partir de 6 meses (quando a criança já consegue ficar sentada) de idade e com supervisão. Também pode ser feita vendando os olhos e dando objetos nas mãos para adivinhação.

 

 

5- Caixa de gelatina

Augusto com caixa de gelatina, bricadeira sensorial

As crianças adoram! Esconda objetos diferentes dentro de um pote com gelatina. Para pegar os objetos, a criança terá que colocar a mão (o pé também vale!) na gelatina. A temperatura (mais geladinha) e a textura estimularam o tato.

Cinco brincadeiras simples que garantem diversão e estimulação sensorial! Além da parte sensorial, outras habilidades também são estimuladas como a coordenação motora, as habilidades bimanuais (quando usam as duas mãos), o equilíbrio, o raciocínio e a atenção – pontos importantes para o processo de aprendizado! Além disso, é possível estimular a linguagem narrando as atividades ou fazendo perguntas para as crianças  🙂 .